quinta-feira, 28 de novembro de 2013

ser digital

os quatro zeros sequenciais do relógio digital eram tudo o que eu precisava para entender. os dois pontos pulsantes bem no centro a separar as duas metades, uma para um lado, outra para o outro. como parte de uma só unidade, ao mesmo tempo em que separadas, com suas legítimas características decorrentes das diferentes posições: esquerda – direita.
 
 
As posições que agarramos por causa de determinada personalidade que nos é imbuída, assim como o exato contrário disso tudo. exemplo: em uma escala de zero a dez, que demarca os extremos da feminilidade e da masculinidade (mais uma vez, uma mesma unidade dividida em dois), afirmo que tenho 50/50 ou 60/40 (talvez 70/30), não importa, mas ainda faço parte de um mesmo conteúdo orgânico formado por homem e mulher.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário